quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

O diário da princesa (Meg Cabot) – Desafio Literário 2011


Como eu postei aqui, eu (@thandyung) e dona Samara (@purpleskuld) estamos participando do Desafio Literário 2011 e temos que ler pelo menos um livro por mês e escrever resenhas sobre ele. Janeiro é o mês do infanto juvenil, minha primeira aventura foi com o primeiro livro da série O diário da Princesa, de Meg Cabot.

Primeiro, sim eu comecei a ler puramente por curiosidade por causa do filme e porque minha cunhada tem a coleção inteira e eu pedi emprestado.

Comecemos pela sinopse. Mia Thermopolis é uma garota de 14 anos, super “impopular” na escola, vegetariana superpreocupada com os direitos dos animais que sonha um dia entrar para o Greenpeace. A menina vive problemas básicos da adolescência: está reprovando em matemática (sempre, né?); sua mãe está de namorado novo; ela é alta, magricela e não tem seios; nunca foi convidada para sair com nenhum garoto; sonha com o menino mais lindo da escola e com seu primeiro beijo. Ela estava lidando bem com tudo isso, até descobrir que é princesa e surtar completamente.

Achei muito legal a desculpa para colocar a narrativa em forma de diário. Mia tem problemas para expressar seus sentimentos, então sua mãe a presenteia com um caderno para ela escrever as coisas que não consegue falar. E isso vira um hábito e uma série de livros. 

O livro tem um público BEM específico: meninas no início da adolescência. Quando comecei a ler, isso me deixou meio impaciente, acho que passei da fase (tenho 20 anos). Persisti porque não gosto de abandonar o livro pela metade. 



Mia me ganhou, o texto é muito fácil de ler. A leitura flui e o estilo de texto totalmente em primeira pessoa e cheio de comentários “espontâneos” faz parecer que Mia está conversando com você, fofocando os maiores segredos. A protagonista conquista o leitor por se abrir sem censura para as páginas do diário.  É fácil e divertido ler as confissões da Princesa Amelia de Genovia.

Outra coisa que achei legal foram as personagens da trama. Mia mora em Nova York, uma das cidades mais multiculturais do mundo, e essa multicuturalidade fica muito expressa em seus companheiros. Lily, sua melhor amiga, é filha de psicanalistas e tem mania de analisar as pessoas. Tina é filha de um grande xeque árabe dono de jazidas de petróleo e anda com um segurança em todos os lugares que vai. Boris é um gênio musical russo. Os populares Josh Ritcher e Lana Weinberger são os clássicos alunos “american way of life”, ele é atleta e ela líder de torcida. Esse é o tipo de mistura que eu consigo visualizar em uma escola de Nova York.

Um personagem específico que merece um parágrafo próprio: Grandmère, a avó broaca de Mia. Quando a gente assiste o filme fica achando ela muito chata. Acreditem, no longa ela é uma vovó linda de contos de fadas. No livro ela é uma MEGERA mesmo... O que torna a missão de “virar princesa” um martírio muito maior para a Princesa Amelia, e rende no livro várias frases desaforadas que deixam a gente de bom humor.

Um último comentário que me deixou indignada: O filme O diário da princesa é MAIS uma adaptação MUITO mal feita por Hollywood. Achava que ninguém teria capacidade maior do que a produção da saga Harry Potter em assassinar a história e enxugá-la para colocar nas telas. Bom, os produtores de O Diário da Princesa tiveram essa capacidade.

O primeiro livro inteiro corresponde aos 30 minutos iniciais do filme, se gastar tudo isso. Fiquei realmente impressionada com a capacidade de encurtar a história. Como eu gosto muito do filme, fiquei na dúvida se os produtores de cinema que enxugaram muito ou se Meg Cabot que demora demais para desenrolar a história. Descobrirei com os próximo 9 livros (nunca começo uma série de livros e paro no meio. Minha curiosidade não deixa).

Avaliação: 4/5 – Para mim a história ficou bobinha porque passei do tempo, mas o público alvo certamente se deliciará. A maneira como o texto prende o leitor e diverte quem segura o livro é louvável.
Ficha técnica:
Título: Primeiro Volume da Série – O diário da Princesa
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Numero de páginas: 284


12 comentários:

  1. OIE,

    normal não acha^^^^^????

    sempre o livro é melhor...todos!
    é por isso que quando a gente lê primeiro o livro e assiste depois o filme saimos do cinema reclamendo que é a maior porcaria....

    por isso que tem Oscar de roteiro original! kkkk

    eita Oscar bem dado né...

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei do filme...

    Mas 9 livros!!!

    Haja capacidade de enxugar!

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Tem sorteio lá no blog,participe!
    @vanimonique
    :*

    ResponderExcluir
  4. Hmmm eu li novinha o Diário da Princesa. Não tão nova quanto a Mia, mas nova o suficiente pra me identificar com alguns dos medos dela.

    É um livro muito gosto de ler, mas dá uma certa vergonha alheia pelas coisas que ela fala.. rs Essa vergonha alheia me acompanhou por toda a série.

    Enfim, ótima resenha!

    ResponderExcluir
  5. Assisti o filme, mas não li o livro.
    E, que decepção, o filme não refletir a obra. Mas essas adaptações são falhas mesmo.

    Parabéns pela resenha.

    Abs,

    ResponderExcluir
  6. nossa to quase me propondo um desafio desse tbm =D

    ResponderExcluir
  7. Não li o livro, mas o vi o filme. Sério que sempre pensei que o filme não fugisse muito do livro, por conta do universo conto-fadas que aparece com força em sua versão cinematógrafica. Mas que pelo que pude perceber a adaptação deixou a essência do livro escapar. Enfim, o que desanima a ler a obra é o fato de ser composta por tantas sequências...aí não dá!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Boa sorte com os outros 9! parei no 4 porque na época acabou o $$... hahaha
    Realmente eles enxugaram muito a história no filme, sem flar que modificaram muita coisa. E à medida que você for lendo o resto a situação piora para o segundo filme [ele simplesmente não existe].
    Boa sorte com o desafio! Vai ser facinho, vocês vão ver! 1 livro por mês é mara! Vou ver se também faço!

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei do livro, mas do filme... Me deu decepção. :(

    ResponderExcluir
  10. ainda estou lendo o livro começei hoje e es tou gostando tanto que ja es tou na pg 230

    ResponderExcluir
  11. Concordo com você, não sei que hollywood enxugou muito o livro ou a meg enrola muito. Também acho que já passei da idade de ler, mas agora que eu comecei a ler a série, preciso terminar.

    www.comchocolatequente.blogspot.com

    ResponderExcluir